23:23 Luns, 06 de Febreiro de 2023
Terra e Tempo. Dixital Galego de pensamento nacionalista.

23-04-2017

Trump e seus comparsas no Império Americano devem estar inconscientes de que estão a provocar guerra com a Rússia e a China, se não são psicopatas

Estará à vista o fim do mundo?

Valorar (5)

PAUL CRAIG ROBERTS



A indiferença do mundo ocidental é extraordinária. Não são só os americanos que se permitem terem os cérebros lavados pela CNN, MSNBC, NPR, New York Times e Washington Post, são também os seus comparsas na Europa, Canadá, Austrália e Japão, que confiam na máquina da propaganda de guerra que se apresenta como media.

Os "líderes" ocidentais, isto é, os fantoches na ponta dos cordéis puxados pelos grupos de interesses privados poderosos e pelo Estado Profundo, estão igualmente indiferentes. Trump e seus comparsas no Império Americano devem estar inconscientes de que estão a provocar guerra com a Rússia e a China, se não são psicopatas.

Um novo Louco da Casa Branca substituiu o velho louco. O Novo Louco enviou o seu secretário de Estado à Rússia. Para que? Para apresentar um ultimato? Para fazer mais acusações falsas? Para se desculpar pelas mentiras?

Considerem a audácia do secretário de Estado Tillerson. Ele passou a semana anterior à sua visita a Moscovo a corroborar mentiras incríveis e alegações falsas de que Assad da Síria utilizou armas químicas com permissão da Rússia, o que justificava o inequívoco crime de guerra de Washington de um ataque militar a um país ao qual os EUA não declararam guerra. Com menos de 100 dias no gabinete Trump já é um criminoso de guerra, juntamente com o resto do seu governo belicista.

Todo o mundo sabe isto, mas ninguém diz. Ao invés disso, Tillerson, pejado de mentiras e ameaças, tem confiança para ir a Moscovo a fim de dizer aos russos que têm de entregar Assad ao poder único americano.

A missão de Tillerson demonstra a completa e total irrealidade do mundo em que vive Washington. Tente imaginar a arrogância de Tillerson. Se voce caluniou e ameaçou grosseiramente pessoas importantes, será que se sentiria confortável em ir às suas casas e jantar com elas? Pensará Tillerson que agora que a Rússia em grande medida libertou a Síria do ISIS apoiado pelos EUA, esta irá entregá-la a Washington?

Será que vai contar a Lavrov que realmente não queria dizer todas aquelas mentiras sujas que disse acerca da Rússia, mas que neoconservadores sionistas o obrigaram a fazer? Que realmente não está no comando e é apenas uma ferramenta do Império Anglo-Sionista?

Será que Tillerson vai desculpar a declaração do secretário de imprensa da Casa Branca, Sean Spicer, de que Assad, aliado da Rússia, é mais perverso do que Hitler?

Talvez Tillerson esteja em vias de pedir asilo e embarcar no lado vencedor.

Stephen Cohen, um dos poucos americanos restantes bem informados acerca da Rússia, disse a dois presstitutos da CNN e ao belicista Cor. Leightohn, um dos "peritos" a que os presstitutos recorrem para pronunciar a propaganda contra a Rússia, que a Rússia estava a preparar-se para a guerra quente. Isso pareceu ultrapassar as capacidades mentais dos presstitutos da CNN e do coronel. Em que folha de pagamento estão eles?

Os líderes russos, os quais, ao contrário dos mentirosos do ocidente, falam a verdade, têm dito claramente que a Rússia nunca combaterá outra vez uma guerra no seu próprio território. Os russos não podiam dizer isto mais claramente. Provoquem uma guerra e nós os destruiremos no vosso próprio território.

Quando se observa o presidente e o governo em Washington, os governos europeus, especialmente os idiotas nos governos em Londres, canadiano e australiano, não se pode deixar de admirar a total estupidez da "liderança ocidental". Eles estão a implorar pelo fim do mundo.

E os presstitutos estão em acção conduzindo à extinção da vida. Números enormes de pessoas no ocidente estão a ser preparada para a sua morte – e elas são protegidas desta percepção pela sua indiferença.

Washington é tão arrogante e perdido no seu próprio orgulho que não entende que os anos de mentiras claras como cristal acerca da Rússia e das intenções e façanhas russas convenceram este país de que Washington está a preparar as populações dos Estados Unidos e os seus povos cativos no ocidente, Europa do Leste, Canadá, Austrália e Japão para um ataque nuclear preventivo dos EUA contra a Rússia. Planos de guerra publicados dos EUA contra a China convenceram-na do mesmo.

Se não é para a guerra, que outra coisa é a mudança na doutrina de guerra dos EUA? George W. Bush abandonou o papel estabilizador das armas nucleares passando-as de uma função retaliatória para a de um primeiro ataque nuclear. A seguir abandonou o tratado dos mísseis anti-balísticos concluído pelo presidente Richard Nixon. Agora temos sítios de mísseis estado-unidenses posicionados nas fronteiras da Rússia. Contámos aos russos a mentira de que os mísseis são para impedir um ataque nuclear iraniano com ICBMs contra a Europa. Esta mentira é dita, e aceite, pelos fantoches na Europa, apesar do facto incontestável de que o Irão não tem nem ogivas nem ICBMs. Mas os russos não aceitam isto. Eles sabem que isto é mais uma mentira de Washington.

Quando a Rússia ouve estas mentiras flagrantes, descaradas e óbvias, ela entende que Washington pretende um ataque nuclear preventivo à Rússia.

A China chegou à mesma conclusão.

Assim, eis a situação. Dois países com forças nucleares esperam que os loucos insanos que dominam o ocidente estejam em vias de atacá-los com armas nucleares. O que a Rússia e a China estão a fazer? Estão eles a implorar por misericórdia?

Não. Estão a preparar-se para destruir o perverso ocidente, uma colecção de mentirosos e criminosos de guerra, tais como o mundo nunca vira anteriormente.

A temerária e irresponsável conversa de guerra no governo dos EUA, nos media presstitutos e entre os vassalos da NATO e de Washington deve cessar imediatamente. A vida está por um fio.

Putin tem mostrado admirável paciência com as mentiras e provocações de Washington, mas não pode arriscar a Rússia confiando em Washington, em quem ninguém pode confiar. Nem o povo americano, nem o povo russo, nem qualquer povo.

Ao saltar para dentro do vagão de propaganda do Estado Profundo os liberais/progressistas/esquerda são cúmplices na marcha rumo ao fim do mundo.

[O orixinal atópase en www.paulcraigroberts.org]

-------------------------------------------------------------------------------------------------
Nota da Fundación Bautista Álvarez, editora do dixital Terra e Tempo: As valoracións e opinións contidas nos artigos das nosas colaboradoras e dos nosos colaboradores -cuxo traballo desinteresado sempre agradeceremos- son da súa persoal e intransferíbel responsabilidade. A Fundación e mais a Unión do Povo Galego maniféstanse libremente en por elas mesmas cando o consideran oportuno. Libremente, tamén, os colaboradores e colaboradoras de Terra e Tempo son, por tanto, portavoces de si proprios e de máis ninguén
.


Engade o teu comentario:

Os campos marcados con* son obrigatorios.







© Fundación Bautista Álvarez de Estudos Nacionalistas
Terra e Tempo (ISSN 1575-5517)
Avenida de Lugo, 219, 1º, 15703 • Santiago de Compostela • Galiza
981 57 02 65 – info#code#terraetempo#code#gal

A Fundación recibiu unha axuda da Deputación da Coruña na convocatoria de 2018 para a mellora da utilidade de páxina web. Deputación da Coruña